Trabalhando em três frentes de atuação (elaboração de projetos, orçamento e fiscalização), a Secretaria de Infraestrutura de São Cristóvão, através de seus diretores e técnicos, desde janeiro vem realizando um raio-X da situação do município, no tocante aos pontos estrangulados na área de urbanização e saneamento. Nos primeiros meses já identificados problemas de abandono de áreas públicas e defasagem estrutural em alguns pontos principais (ligados ao turismo e ao comércio público). A primeira decisão do prefeito Marcos Santana foi a de avaliar cada situação, buscando resoluções urgentes para cada caso.

“Ao assumirmos a gestão não encontramos nenhum projeto em andamento dentro do município de São Cristóvão. Apesar de problemas recorrentes de infraestrutura, falta de calçamento de rua, prédios públicos apresentando problemas graves, nenhum reparo foi deixado em processo de execução. Tivemos que começar do zero, estudando os casos e planejando as execuções. Algumas obras terão seus inícios logo em breve, utilizando todos os canais necessários para captação de recursos, como exemplo, o orçamento do Governo Federal, para tocarmos grandes projetos que trarão mais modernidade e desenvolvimento econômico para nossa cidade”, enfatizou o secretário de infraestrutura, Thiago Souza.

Levando em consideração questões como: perfil histórico, turístico e as necessidades da população de cada área, a Secretaria Municipal de Infraestrutura já encaminhou alguns projetos para que a Comissão Permanente de Licitação (CPL) abra processo licitatório (com aval da Procuradoria Municipal), e consequentemente, faça a contratação de empresas que promovam as devidas execuções.

Lista de ações que estão em processo licitatório:


- Pavimentação do conjunto Madalena de Goes;
- Primeira etapa da pavimentação do conj. Luiz Alves;
- Quadra coberta da escola Araceles;
- Manutenção corretiva e preventiva e de requalificação de logradouros, praças e espaços públicos;
- Contratação de equipamentos (máquinas), para melhoramento de estradas vicinais e logradouros públicos;
- Contratação para execução da ponte que liga o Camboatá ao Caritá;
- Requalificação do prédio que irá funcionar a sede da prefeitura;
- Contratação de concreto betuminoso a quente (asfalto), para tapa buracos;
 
Camboatá

A Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, já estudou e agora colocará em prática a construção de uma ponte na região do povoado Camboatá. “A ponte, com capacidade para veículos de até 20 toneladas (e acesso de pedestres) já está na lista do contrato emergencial e em breve iremos iniciar a obra. O problema existe na região há anos e vamos mudar esta situação, dando a infraestrutura necessária para que as pessoas transitem no local de forma digna”, disse o diretor de projetos da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Rafael Gila.



Em planejamento

A equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura formulou uma lista de obras especiais que necessitam de recursos federais. Para isto, o prefeito Marcos Santana tem trabalhando e viajando a Brasília buscando recursos que possibilitem a execução dos serviços. Na sequência dos projetos estão:
- Atracadouro do Rio Vaza Barris: focando no itinerário turístico e explorando as belezas naturais.
- Mercado Municipal (sede): reforma e ampliação, modernizando o edifício.
- Urbanização da Linha Férrea: requalificação da região, dando um toque usual ao local. Foco na mobilidade urbana, dando conforto aos cidadãos.
- Projeto Cristo Redentor: recuperação da estátua, capela, pavimentação da área, paisagismo e iluminação.
- Urbanização da av. Paulo Barreto de Menezes (Arrepiada): regularização de calçadas, paisagismo, drenagem.
- Bica dos Pintos (Reurbanização do Parque João Alves Filho): revitalização da área verde e foco para polos de esporte na região.
- Mercado Municipal do Eduardo Gomes: reurbanização e modernização do local, fomentando a economia.
- Quadras Poliesportivas Coberta no Eduardo Gomes e Sede, atender os desportistas das referidas regiões.
 

Projeção futura

Confira também a lista das obras (em fase de estudo e desenvolvimento de projeto por parte dos técnicos da Secretaria Municipal de Infraestrutura):

- Pavimentação do Jardim Universitário;
- Praça do Luiz Alves;
- Pavimentação do Tijuquinha;
- Sinalização turística (sede);
- Pórtico no conjunto Eduardo Gomes;
- Urbanização da Avenida Saneamento;
- Urbanização da Avenida Chesf;
- Reforma da Praça Presidente Costa e Silva;
- construção da praça do Madalena de Goes;
- Projeto Urbanístico para o Canteiro entre os conjuntos Eduardo Gomes e Lafayete Coutinho;
- Estudo de Viabilidade para construção de uma Unidade de Pronto Atendimento UPA.