O prefeito Marcos Santana anunciou na última quarta-feira (31 de maio), as obras de algumas ruas dos conjuntos Madalena de Góis e Luiz Alves. Já nesta segunda-feira, 05 de junho, as máquinas começaram a trabalhar nestas duas localidades na construção do calçamento, o que trará maior comodidade aos moradores. A previsão é que as duas obras sejam finalizadas totalmente em até oito meses.

No Madalena de Góis, os trabalhos estão sendo iniciados pela rua E, porém, as ruas A, B, C e D também receberão calçamento, abrangendo 4.357 m² de área construída no total. Segundo Valmir Reis, encarregado da obra (neste conjunto), inicialmente os trabalhos serão no tocante à terraplanagem, e na sequência serão feitos o meio-fio e a colocação dos paralelepípedos. “Para uma rua com a extensão da rua E, a estimativa é que possamos finalizar essa rua em até duas semanas. Precisamos trabalhar levando em consideração o período chuvoso, a chegada de material e outros detalhes”,pontuou.

Para Flávia Viçosa de Jesus (moradora da rua E há três anos), a ação da prefeitura chegou no momento certo. “Com as chuvas, aqui ficava um lamaçal e mal conseguíamos sair de casa. Quando o tempo fica quente temos que conviver com a poeira, mas agora vejo que a situação está mudando, e a nossa expectativa, com essa obra, está sendo a melhor possível”, frisou. Já Max de Andrade Dias contou que alguns familiares tentaram, nas gestões passadas, trazer alguma melhoria para a rua, sem conseguirem sucesso na empreitada. “Meu pai e meu avô tentaram cobrar melhorias, mas não conseguiram nada no decorrer das outras gestões. Hoje, pelo o que já notamos da obra, certamente, teremos uma rua melhor. A prefeitura terá nosso agradecimento e apoio sempre”, enfatizou o jovem.

Luiz Alves. Já a rua 4 do conjunto Luiz Alves também vem ganhando cara nova. Ao todo serão 3.600m² de área trabalhada neste conjunto, abrangendo também as ruas: 01 (rua A), 02, 03, extensão da rua G (trecho entre a rua A e a Rodovia João Bebe-Água, ao lado esquerdo da Escola Raimundo Francisco dos Santos) e ainda a rua São Francisco (trecho entre a travessa 01 até a rua G).

Segundo informou o diretor de projetos e orçamentos da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Rafael de Araújo Gila, as escolhas das ruas que serão reformadas seguirão um cronograma de necessidade da população. “O prefeito deu prioridade aos locais onde existe grande concentração populacional, favorecendo áreas residenciais, o que trará qualidade de vida a esses moradores”, explicou.

Para Débora Figueroa (moradora do Luiz Alves), o conjunto não recebe obras de infraestrutura há décadas. “Eu mesma moro aqui há 11 anos e até hoje não tinha presenciado nenhuma obra. O pessoal que mora aqui há 20 anos também fala que nada de bom aconteceu neste período, e quando íamos à prefeitura, nas outras gestões, pedir calçamento, éramos informados de que a rua já estava calçada, o que não era verdade. Agora sim, estamos vendo o equipamento aqui fazendo o trabalho que vai transformar a situação de abandono em que vivemos”, disse.

Fotos: Danielle Pereira.