Durante esta sexta-feira (28), o abastecimento de água ficou suspenso em algumas ruas da Cidade Alta, Centro Histórico de São Cristóvão, devido ao rompimento de uma tubulação instalada na rua 7 de Setembro. O diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de São Cristóvão, Carlos Melo, explicou que a quebra do encanamento aconteceu durante um serviço de esgotamento sanitário realizado por uma empreiteira contratada pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). No final da tarde, o problema já tinha sido resolvido e o abastecimento voltou a acontecer, gradativamente, na região.

“Encaminhamos uma equipe do Saae para trabalhar repondo a tubulação no local, resolvendo o problema, em parceria com a equipe da empreiteira. A Deso vem realizando um serviço que faz parte do programa do Governo Federal de implantação de esgotamento sanitário em cidades históricas. Em São Cristóvão, a Deso está concluindo os 30% que faltam para complementar a obra na Cidade Alta”, disse Carlos Melo.  

O diretor-presidente informou também que a gestão municipal não tem participação na execução da obra. “O Saae não tem interferência no serviço de esgotamento sanitário realizado pela Deso, a não ser quando infortúnios como este, de rompimento de tubulação de água, acontecem. Para estas situações, temos equipes preparadas para executar a recuperação de imediato”, frisou Carlos Melo.

Vale ressaltar que atualmente, as obras sob respaldo da Deso estão acontecendo na rua 7 de Setembro e na avenida Paulo Barreto de Menezes, porém, o serviço deve ser realizado também na rua Progresso, praça da Bandeira e na ladeira do Banho Morno.

Fotos: Jamisson Souza (foto da obra).


Carlos Melo explica o rompimento