O prefeito Marcos Santana participou na manha desta sexta-feira (10) de ação solidária no Grande Rosa Elze, na Escola Municipal Francisco da Costa Batista. Uma equipe multidisciplinar está à disposição da comunidade até às 16h, oferecendo diversos serviços na área de saúde, palestras educativas e atividades lúdicas para o público infantil.  O evento é realizado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Hospital Universitário (HU), em parceria com a Prefeitura Municipal de São Cristóvão.  

Destacando a importância da iniciativa para reforçar os cuidados preventivos e promover a saúde, o gestor sancristovense valorizou eventos como esses que integram e levam benefícios à população. Destacou, também, a parceria com a Universidade Federal nos diversos projetos desenvolvidos pela gestão. “Esta é mais uma parceria com a UFS, que vem nos apoiando de maneira efetiva e significativa. A ação de hoje é um exemplo. O projeto poderia acontecer em qualquer município de Sergipe, e São Cristóvão foi escolhido, em mais uma iniciativa que beneficia criança e adultos da nossa cidade. São profissionais da universidade, em conjunto com os do município, levando uma série de atendimento à comunidade e cuidando preventivamente da população sancristovense”, frisou Marcos Santana. 

A secretária municipal de Saúde, Joélia Silva Santos, explicou que o mutirão de atendimento é uma iniciativa nacional da EBSERH/UFS/UH realizado fora do ambiente hospitalar e voltado à prevenção e promoção da saúde. “O paciente não vai ao hospital, e sim o hospital vai ao encontro do paciente. Houve a opção por desenvolvê-lo num localidade de São Cristóvão, o que nos traz benefícios, especialmente, no trabalho de saúde preventiva, um dos focos prioritários desta gestão”, avaliou. 

Segundo o chefe da Unidade de Atenção Psicossocial da EBSERH/UFS/HU, Alisson Tadeu Moreira, a proposta é atingir o maior número de pessoas que precisam de atendimento, além de fortalecer as práticas de ensino, pesquisa e inovação. “Há a participação dos 39 hospitais universitários federais da rede, com milhares de atendimentos em diversas localidades distribuídas nas cinco regiões do país. Estamos cumprindo o nosso papel como hospital-escola e também o social, levando saúde a uma parcela carente da população”, argumentou. 

Conhecer para cuidar
 
No aspecto formativo, o evento é uma oportunidade de aprendizado para os alunos de graduação e pós-graduação que atuam na área. Entre os serviços oferecidos estão exames de mama e glicemia e testes para sífilis e HIV. Ocorrem, ainda, ações educativas com foco na prevenção de diversas doenças, métodos contraceptivos e saúde bucal.

No âmbito da saúde bucal, destaca-se  o programa “Conhecer para cuidar”, realizado pelo HU/UFS com foco na prevenção da cárie. Há rodas de conversa com as mães e atividades lúdicas com as crianças agrupadas por faixas etárias, incluindo os adolescentes. Os idosos também são alvo do projeto, que prevê palestras sobre hipossalivação e cuidados gengivais, dentre outros temas.

Todo esse cuidado foi bem recebido pela população. A dona de casa Vilmara Cirilo disse estar satisfeita com o atendimento e os serviços oferecidos. “É uma oportunidade a mais para que a gente possa cuidar da saúde. Está aprovada a ação”, atestou.

Fotos: Márcio Garcez  
 


Joélia Santos, secretária de Saúde
Alisson Moreira, da EBSERH/UFS/HU
Vilmara Cirilo, dona de casa