A Urgência 24 horas do Eduardo Gomes registrou mais um fim de semana com movimentação abaixo de sua capacidade de atendimento. Neste fim de semana, dias 16 e 17, foram registrados 147 acolhimentos.

Com escalas diárias compostas por um médico e dois enfermeiros e a equipe mantém a média de 110 atendimentos por dia. Na semana, entre os dias 11 e 15, foram contabilizados 653 atendimentos. Os principais casos são virose e pressão alta.

Silvio Diogo esteve na Urgência pela primeira vez nesta segunda e aprovou o atendimento. “Na antiga gestão, tínhamos que ir para Aracaju porque as unidades de Saúde não funcionavam. Vim pela primeira vez e esperei 20 minutos para ser atendido. Melhorou bastante”, disse.

A aposentada Maria Luciene também buscou a unidade pela primeira vez e elogiou a estrutura do local. “Esperei pouco e estou surpresa com a estrutura. Quem já veio aqui, saiu satisfeito. O Eduardo Gomes estava precisando desse investimento”.

A nova estrutura da Urgência 24 horas conta com 11 leitos, sendo dois de estabilização e nove de observação, e uma equipe técnica composta por 65 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, farmacêutico, assistente social, recepcionista, agente administrativo, vigilante, executor de serviços básicos e maqueiros.

O local oferece os procedimentos de estabilização de pacientes críticos; acolhimento de enfermagem; consulta médica; consulta de enfermagem; exames laboratoriais e eletrocardiograma (ECG); suturas e curativos; aferição de sinais vitais; administração de medicação; hidratação e oxigenioterapia. Tendo condições, assim, de atender pacientes de risco.


Fotos: Márcio Garcez. 
 
 


Silvio Diogo
Luciene