Noite de sábado (23), e os sancristovenses que moram na sede do município foram conferir o Auto de Natal montado na praça São Francisco, como forma de atração familiar para celebrar a data do nascimento de Cristo. A iniciativa, ação inédita da Prefeitura de São Cristóvão, através da Fundação de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fundact), chamou a atenção da população justamente por apresentar uma programação cultural variada.
 

A festividade começou com a apresentação da peça “A Menina e a Caixa”, interpretada pelos os alunos da Escola Municipal Maria de Lurdes Gomes (do Tijuquinha), na sequência o público conferiu a majestosa apresentação do Coral Vivace, num show realizado pelas janelas do Paço Municipal (antigo Orfanato) e para encerra a noite, o profissionalismo dos atores do grupo teatral Boca de Cena, que emocionaram o público com a encenação do espetáculo “Já Nasceu o Deus Menino”. A Secretaria de Assistência Social e do trabalho (semast) organizou uma feira livre com artesanato e comidas típicas e a Secretaria municipal de Educação organizou a apresentação teatral dos estudantes.


“Foi o nosso primeiro ano e encerramos o primeiro ciclo de aprendizado. Assim, iniciamos ou retomamos muita coisa que não vinha acontecendo mais em nossa cidade e estou muito satisfeito com todas as nossas ações e todos os nossos eventos, sendo o principal, sem dúvida nenhuma o retorno do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC). Agora, no Natal, tínhamos essa vontade muito grande de realizarmos essa atividade festiva. São Cristóvão estava morta, sem nenhuma atividade natalina há muitos anos. Agora retomamos e estamos aprendendo, apostando e formando plateias para nossos eventos. A população está começando a entender nossa gestão, e acredito que a persistência e a perseverança irão garantir com que nós possamos evoluir cada vez mais, fazendo com que estes eventos, como o Auto de Natal daqui do Centro Histórico e do Grande Rosa Elze (que aconteceu no Eduardo Gomes) entre para o calendário permanente da cidade”, enfatizou o prefeito Marcos Santana.


Para o presidente da Fundact, Gaspeu Fontes, este foi o princípio de uma festa que só tende a crescer. “Vimos a população, tanto do grande Rosa Elze quanto do Centro Histórico, sair de suas casas para conferir a programação que a prefeitura organizou. Isto nos enche de satisfação e alegria, porque os nossos moradores sentiam falta destes momentos de socialização. O sancristovense está redescobrindo sua própria cidade, passando a amar a sua histórica e  entender a importância cultural e turística de São Cristóvão, perante o cenário estadual e brasileiro”, frisou.

Este ano, o presépio que ficava instalado dentro da Igreja Nossa Senhora da Vitória foi montado dentro da Igreja Santa Isabel. Para Dagmar Matos Santos, a mudança causou surpresa, principalmente, pelo tamanho da estrutura. “Todos os anos eu vou até a missa e ao final passo para conferir o presépio. Gostei da mudança e este ano estou achando ele mais bonito. Ficou mais organizado e parece ter mais imagens compondo o presépio. Ficou lindo”, observou.


De acordo com Sócrates Matos, os moradores mereciam ganhar um evento cultural na véspera de Natal. “Esse incentivo de celebrar o Natal, como foi feito aqui, merece os nossos parabéns”, enalteceu. Para Ana Lúcia Andrade Santos (esposa de Sócrates), o Auto de Natal lembrou algumas celebrações feitas na época do ex-prefeito Zezinho da Everest. “Ele tinha feito algo parecido como a parte de decoração. Agora vejo isso sendo retomado com esse ar natalino, que o atual prefeito resgatou. Eu acho muito bonito trazer essa cultura outra vez para a nossa cidade. As pessoas estão começando a acreditar que as coisas estão voltando a acontecer em São Cristóvão”, disse.


Segundo revelou a diretora, Fátima Paixão, os alunos da Escola Municipal Maria de Lurdes Gomes ensaiaram sua apresentação como parte das aulas de teatro do Programa Novo Mais Educação. “Recebemos o convite para esta apresentação hoje foi a segunda oportunidade para nossos alunos mostrarem o que aprenderam durante o ano, nas nossas aulas de teatro. Hoje vejo uma nova cidade renascer”, disse. Para a estudante, Emilly Camilla Silva dos Santos, apresentar sua dança, durante o evento, foi um grande momento de satisfação. “Achei muito legal ter essa oportunidade de mostrar minha dança para as pessoas. minhas colegas de escola também fizeram um bonito trabalho”, enfatizou.

Fotos: Márcio Garcez.


Coral Vivace
Feira de artesanto
Maestro Sérgio Teles
Zéq' Oliver - Coral Vivace
Prefeito Marcos Santana e a primeira-dama Sandra Santana
Gaspeu Fontes
Sócrates Matos
Ana Lúcia Andrade Santos
Fátima Paixão
Nivaldo e família
Paola Santana
Deise Barroso