A dona de casa Valdirene dos Santos Nascimento comemora a chegada de água encanada no povoado Timbó, zona rural de São Cristóvão. Moradora da localidade há quatro anos, ela relembra as dificuldades enfrentadas antes de o sistema de abastecimento ser implantado, cujas obras foram concluídas na última semana. “Era um sofrimento. Tinha que ir até a barragem (do Rio Poxim) e subir uma ladeira até em casa, com carrinho de mão e vasilhames de água. Eu realmente não acreditava mais que esta situação seria resolvida. O que vivo hoje, com a água chegando à minha casa, é um sonho realizado”, vibra a dona de casa.
 
Garantir o acesso dos moradores do povoado Timbó a esse serviço público faz parte do projeto da Prefeitura Municipal de São Cristóvão, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), de ampliar o sistema de abastecimento de água no município, inclusive, na zona rural.

O diretor-presidente do SAAE, Carlos Melo, explica que na localidade houve a instalação de pontos de água em 44 residências nesta primeira etapa. “Ainda colocaremos pontos em mais 20 casas, levando água de qualidade a todas as famílias do povoado Timbó”, disse. Até o momento, foram implantados 500 metros de rede, um chafariz e uma caixa d´água de mil litros na escola municipal da localidade.  O investimento foi de R$ 20 mil. 

Compromisso
 
Compromisso do prefeito Marcos Santana, a regularização no abastecimento de água na sede do município já é uma realidade neste primeiro ano de gestão. “Assim que assumimos a administração do SAAE, buscamos resolver a situação de abandono na qual se encontrava o sistema de abastecimento. Encontramos uma estrutura negligenciada pelas administrações anteriores, sem prestar manutenção adequada ou mudanças estruturais na rede, o que resultou no desabastecimento de água e na oferta irregular dos serviços”,  frisou Carlos Melo.
 
Morador do Timbó há 18 anos, sem ter acesso à água encanada durante todo este período, o servente Wesley Santos da Silva valoriza o trabalho realizado pela atual administração municipal. “Moro aqui há 18 anos e nunca tive esse tipo de serviço. Só tenho a agradecer à Prefeitura por ter olhado para a nossa região. Ter água em casa muda tudo. Eu e minha família agora vivemos bem melhor”, avaliou.
 
Fotos: Danielle Pereira  
 


Novo chafariz do povoado
Caixa d´água da escola municipal
Carlos Melo, diretor-presidente do SAAE
Wesley Santos: "Moro aqui há 18 anos e nunca tive este tipo de serviço"