A Prefeitura de São Cristóvão dá continuidade ao trabalho de fortalecimento da Rede Municipal de Saúde. Reforma, reabertura de unidades de saúde, regularização de consultas, exames e de distribuição de medicamentos foram algumas das ações realizadas pela gestão sancristovense. Segundo a secretária municipal de Saúde, Joélia Silva Santos, durante este primeiro ano de gestão houve avanços em vários aspectos no atendimento à população, tendo como um marco significativo: a reabertura da Urgência 24h, que fica no Eduardo Gomes (inaugurada em novembro).  

O prefeito Marcos Santana entregou a Urgência 24h totalmente reformada e equipada para servir à população.  A unidade estava fechada há 15 meses, o que tornou a ocasião simbólica para toda a comunidade. Orçado em R$ R$ 273.909,76, o investimento moradores do Grande Rosa Elze.

“Foi inaugurando um novo conceito de Urgência e Emergência em São Cristóvão. Um conceito que tem como princípio o respeito. Não adianta um prédio bonito, com equipamentos de última linha se a equipe não acolher o cidadão com respeito. A Urgência 24h é patrimônio do povo sancristovense. Nosso compromisso é para trilharmos um caminho de desenvolvimento para São Cristóvão, queremos que o povo sinta orgulho de nossa cidade”, frisou Marcos Santana.

A Urgência 24h passou a oferecer os procedimentos de estabilização de pacientes críticos; acolhimento de enfermagem; consulta médica; consulta de enfermagem; exames laboratoriais e eletrocardiograma (ECG); suturas e curativos; aferição de sinais vitais; administração de medicação; hidratação e oxigenoterapia, garantindo, assim, o atendimento à pacientes de risco.

 

Com a reforma, que incluiu reparos no telhado com impermeabilização e construção de mais dois banheiros, o prédio passou a dispor também de farmácia e sala de repouso para os profissionais.

Além da reabertura da Urgência 24h, outros avanços na Rede Municipal de Saúde neste primeiro ano de gestão marcam um Tempo Novo em São Cristóvão. Confira:

Reforma e ampliação de unidades de saúde. Em 2017, foram realizadas reformas nas unidades de Saúde Jairo Teixeira de Jesus, localizada na Cidade Baixa do município, Unidade de Saúde Sinval José de Oliveira, no loteamento Lauro Rocha, além da Urgência 24 horas situada no Eduardo Gomes, como exemplos da recuperação estrutural que a gestão vem desenvolvendo. Foram investidos com recursos próprios R$ 619.805,66 nas respectivas estruturações. Além disto, a Secretaria Municipal de Saúde vem investindo mais de R$ 297.000,00 de recursos próprios na reforma da Unidade de Saúde Maria José Soares Figueroa, localizada no Eduardo Gomes, com previsão de ser entregue à população no início do ano deste ano.

Captação de recursos. No ano de 2017, a Secretaria Municipal de Saúde pleiteou e recebeu R$ 980.000,00 (novecentos e oitenta mil) de Emenda Parlamentar de Incremento do Piso da Atenção Básica (PAB) e mais R$ 20.000,00 (vinte mil) de incremento MAC. Estão aprovadas ainda outras emendas, equivalente a R$ 918.000,00 que vão desde a aquisição de ambulâncias a transporte eletivo, equipamentos e incremento PAB.

 Ampliação da oferta de atendimentos. Após a reestruturação realizada pela Secretaria Saúde, a atual gestão vem ampliando o acesso de marcação em quatro pontos fixos: sede da secretaria e unidades Jairo Teixeira de Jesus, Massoud Jalali e Maria José Soares Figueroa. Com isto, foi otimizado o novo fluxo de marcação de exames, consultas e procedimentos, diminuindo as filas e tempos de espera.  

Transporte de remoção assistida. O município adquiriu duas ambulâncias com recursos próprios, objetivando garantir com efetividade a remoção assistida dos pacientes de baixo risco clínico entre unidades hospitalares para realização de algum procedimento hospitalar ou redirecionamento para um leito de retaguarda. Todos os veículos foram equipados com cilindros de oxigênio, kit de procedimento comum e materiais para os casos de intercorrências no transporte de pacientes durante o trajeto, além de uma maca regulável que permite maior equilíbrio na transferência do paciente.

Reestruturação da rede de atendimento. No ano de 2017, foram implantados alguns programas de saúde, entre eles: Núcleo de Apoio a Saúde da Família ( NASF); Política de Saúde para gestantes, crianças, idosos, diabéticos e hipertensos;  Programa de Melhoria de Acesso de Qualidade (PMAQ);  Programa Saúde na Escola (PSE); aumento da cobertura de acompanhamento das condicionalidades das famílias beneficiadas do Programa Bolsa-Família (PBF); NutriSUS.

Houve também a reestruturação do Programa Saúde Bucal, do Programa de Atenção Psicossocial e dos Centros de Fisioterapia, além da ampliação de benefícios eventuais na saúde em atendimento aos Termos de Ajustamento e Conduta (TAC) e demandas judiciais já existentes e demandas espontâneas.

 Campanhas e ações de prevenções em saúde. Várias ações permanentes de prevenção em saúde através das Equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), Programa Saúde na Escola (PSE), Programa de Política de Prevenção em Saúde e do Programa de Combate a Endemias ocorreram em São Cristóvão. Até outubro de 2017, foram realizadas 80.722  ações de promoção e prevenção em saúde, conforme dados disponibilizados no site do Ministério da Saúde/ DATASUS.

Saúde Coletiva. Neste primeiro ano de gestão foram realizadas diversas ações de atendimento básico e preventivo com acesso à consultas médicas, vacinação, aferição da pressão arterial, teste de glicemia, realização de teste rápido de HIV/Sífilis e Hepatite, exame ginecológico e ações educativas de saúde bucal em vários povoados e localidades de São Cristóvão. Foram realizadas, também, outras práticas de saúde coletiva em parceria com alguns órgãos municipais, Capitania dos Portos e Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Universidade Federal de Sergipe (UFS); Hospital Universitário (HU) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural ( SENAR).

Ações de conscientização. A Secretaria Municipal de Saúde realizou ações permanentes de conscientização de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, onde diversas atividades educativas e preventivas foram feitas no decorrer do corrente ano. Baseado no desenvolvimento destas ações, a Secretaria Municipal de Saúde obteve como resultado a diminuição do índice de infestação predial com base no LIRAa, que é o sistema que mapeia com rapidez os índices de infestação identificando as áreas da cidade com maior proporção/ocorrência de focos do mosquito e os criadouros predominantes.
Importante destacar que ações de enfrentamento no combate ao mosquito estão sendo realizadas através de borrifação em locais onde há suspeita de focos e/ou em locais que já houve suspeita ou incidência de dengue. A colaboração e apoio dos moradores também são de extrema importância para a obtenção de resultados positivos na eliminação do Aedes aegypti.

Campanhas de prevenção ao câncer. Todas as unidades de saúde aderiram ao Outubro Rosa (em novembro). Esta campanha objetivou a conscientização das mulheres sobre a prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, aumentando as chances de cura e reduzindo a mortalidade.

Como forma eficaz de prevenção, a Prefeitura de São Cristóvão trouxe ao município o consultório itinerante “Amigo do Peito”. A unidade móvel veio equipada para a realização de exames de mamografia digital de forma gratuita, proporcionando conforto, higiene, segurança e rapidez no atendimento às pacientes. As unidades de saúde do município também realizaram ações voltadas ao Novembro Azul, que visou intensificar a prevenção e o tratamento da saúde do homem, em especial contra o câncer de próstata.

 Programa Saúde na Escola (PSE) e NutriSUS. Dentre as atividades realizadas nas escolas e creches no ano passado, um quantitativo de 9.931 alunos, o que equivale a 99% de cobertura e 47 instituições de ensino foram contempladas pelo Programa Saúde na Escola (PSE), demonstrando uma efetiva adesão a esta política. No que se refere ao NutriSUS, programa vinculado ao PSE, a proposta foi executada pela Secretaria Municipal de Saúde e consistiu em proporcionar um complemento alimentar as crianças de seis a 48 meses, matriculadas nas creches municipais, como forma de prevenção à anemia e também à deficiência nutricional. O acompanhamento médico foi realizado em 89 crianças, que fazem parte do quadro de alunos, sendo assistidos regularmente a cada seis meses.

Projeto Glaucoma. No ano de 2017 foram realizados mais de 1800 atendimentos, entre novas consultas, revisão e distribuição de colírio nas suas quatro edições pelo Projeto Glaucoma. A iniciativa objetivou minimizar os drásticos efeitos da doença, quando detectada tardiamente, uma vez que o glaucoma é uma das principais causas de cegueira na população em geral. As ações foram desempenhadas tanto na sede quando no Grande Rosa Elze. Em São Cristóvão, até o momento, foram registrados cerca de 800 casos da doença.

Cobertura vacinal. A Secretaria Municipal de Saúde realizou uma série de ações para garantir a cobertura vacinal em todo o município, dentro da política preventiva de saúde pública adotada pela gestão. Entre as propostas já executadas está a formação permanente dos profissionais que atuam na área e a garantia de que as unidades ofereçam à população as vacinas virais e bacterianas necessárias ao processo de imunização. No mês de maio, o município integrou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza que objetivou proteger toda a população contra as formas graves da infecção provocadas pelo vírus Influenza. Sobre a Campanha de Multivacinação 2017, que visou atualizar o calendário vacinal na faixa-etária de 0 a 14 anos, o município obteve uma cobertura de 53,11% em crianças menores de um ano até os nove anos de idade; e 80,56% em adolescentes de 10 a 14 anos.

Vacinação Antirrábica. A Campanha Antirrábica 2017, ocorrida no município do período de 1 de novembro a 22 de dezembro, foi uma ação desenvolvida no intuito de vacinar os cães e gatos do município e evitar casos de raiva humana transmitida por cães. Também contribui para avaliar o número de cães vacinados para o controle adequado da raiva e impedimento da circulação viral entre cães. Foi nesta perspectiva que a Secretaria Municipal de Saúde atuou intensamente na sede e povoados do município e conseguiu atingir a meta vacinando em média de 11 mil animais de estimação: 8.829 cães e 2.579 gatos.

Controle Social. A importância da atuação do Conselho Municipal de Saúde garantiu a inclusão direta da população no controle e na elaboração de políticas para a gestão de saúde na cidade. Em abril de 2017 foi realizada, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, uma Plenária Municipal com a participação do Conselho Estadual de Saúde para efetivar, dentro dos trâmites legais, a composição do Conselho Municipal de Saúde de São Cristóvão para o biênio 2017/2019.

Prestação de contas. Em maio de 2017, a Secretária Municipal de Saúde, Dra. Joélia Silva Santos, esteve na casa legislativa para apresentar a prestação de contas referente ao último quadrimestre de 2016 e em novembro de 2017, retornou para apresentar as Prestações de Contas referentes ao 1º e 2º Quadrimestres de 2017, de acordo com o que determina a Lei Complementar 141/2012. As Prestações de Contas da Secretaria Municipal de Saúde, assim como a Programação Anual de Saúde 2017, também foram apresentadas ao Conselho Municipal de Saúde.

Planejamento em Saúde

Durante 2017 foram realizadas Oficinas para Planejamento e Monitoramento de Metas e Ações para 2017 e Elaboração do Plano Municipal de Saúde com a participação popular. As reuniões públicas para a elaboração do Plano Municipal de Saúde 2018-2021 foram realizadas em várias localidades do município. Essas oficinas foram conduzidas a partir de diversas dinâmicas de trabalho, sendo que os objetivos serão o levantamento do diagnóstico (análise situacional) e a definição dos problemas de saúde, a partir da percepção dos diversos atores sociais, buscando não só o levantamento dos problemas, mas também a identificação dos fatores que o determinam.

Educação Permanente em Saúde. A Educação Permanente em Saúde (EPS) é uma proposta ético-político-pedagógica que pretende transformar e qualificar a Atenção à Saúde, através de processos formativos valorizando as práticas de educação em saúde, incentivando assim a organização das ações e dos serviços numa perspectiva intersetorial. Nesta perspectiva, a Secretaria Municipal de Saúde, através do Telessaúde e em parceria com a SES/FUNESA, implantou o Programa no município, como estratégia do Sistema Único de Saúde (SUS), para a formação e o desenvolvimento dos seus trabalhadores. Além disto foram proporcionadas às Equipes de Saúde da Família, equipe multidisciplinar e comunidade, capacitações com os mais diversos temas vivenciados na Atenção Básica.

Fotos: Danielle Pereira/Márcio Garcez.


Entrega de ambulâncias
Campanha antirrábica
Capacitação dos servidores da saude
Cobertura vacinal
Consulta popular no povoado cardosos
Inauguração da Urgência 24h
Urgência 24h
Novembro Azul
Outubro Rosa
Joélia Silva Santos
Programa Saúde Bucal
Projeto Glaucoma
Reforma na UBS Jairo Teixeira de Jesus
Reforma na UBS Sinval José de Oliveira
Reforma UBS Maria Figueroa
Vacinação