O primeiro ano da gestão municipal de São Cristóvão foi de construção de um ‘Tempo Novo’. Para isso, a Secretaria de Infraestrutura trabalhou em várias frentes para oferecer mobilidade, conforto e segurança aos sancristovenses. Somente em pavimentação, foram investidos mais de R$ 3 milhões nos conjuntos Arnaldo Ramos de Moura, Luiz Alves, Jardim Universitário, Tijuquinha.  

Assim como em outras pastas, a atual gestão encontrou dificuldades para iniciar o trabalho na Infraestrutura por conta da falta de documentação e estagnação de projetos, como explica o secretário Thiago Santos Souza. “2017 foi uma ano muito difícil, sobretudo se a gente considerar que a Secretaria de Infraestrutura não tinha um contrato de manutenção em andamento. Pegamos tudo parado, contrato de manutenção, licenciatura,de projetos complementares. Então foi um ano duro. Porém, conseguimos executar muitas coisas. É preciso considerar, ainda, que para uma obra nascer é todo um processo, estudo de viabilidade, captação de recursos, defesa de projeto. Nesse aspecto, foi um ano muito positivo”.

Além dos R$ 3 milhões em pavimentação já citados, o que incluiu os serviços de execução de caixa de passagem e drenagem, a gestão vem recuperando a malha viária do Eduardo Gomes. Orçada em R$ 180.003,40, a obra está 79% concluída. Também foram desenvolvidos serviços de requalificação, com remoção de camadas de asfalto em estado de desagregação parcial; limpeza e compactação da camada de massa asfáltica.
 
Ao todo serão 15 ruas recapeadas (sendo que as vias 83, 85, 87, 89, 91 e 93 já foram recuperadas). Quem reside ou trabalha na região, vem percebendo as melhorias, como Joselita Santos, que acredita na valorização do imóvel após o recapeamento. “Vai melhorar muito porque há quase 40 anos que o conjunto não recebia uma melhoria. Inclusive, vai valorizar as casas daqui. Muitos moradores fazem melhorias nas casas, mas com as ruas desse jeito, não dava nem gosto. Estou muito feliz com essa obra”, pontuou.

Proprietário de um bar na região, Valquírio Almeida espera um aumento nas vendas após a execução da recuperação asfáltica. “Tinha mais buraco que asfalto. Não dava nem para estacionar direito. Acredito que o movimento vai melhorar sim porque não terá poeira, nem buraco”, afirmou.

Já na sede, a Avenida Irineu Nery, que liga o município ao povoado Rita Cacete, foi recuperada, um investimento de R$ 96.970,51. O local não tinha serviço de recapeamento há quase sete anos e recebeu massa asfáltica. Durante a execução dos serviços, o prefeito Marcos Santana visitou a obra e destacou a recuperação da malha asfáltica (que também é rota do transporte coletivo). “É uma importante obra que estamos entregando para aos moradores. Na sequência será realizada toda a sinalização necessária”, explicou.

“A Avenida Irineu Nery é fundamental para a cidade São Cristóvão, pois liga o município a diversos povoados, além de ser uma opção de via para quem vem de outras cidades. A pedido do prefeito Marcos Santana, adiantamos a obra e fizemos o recapeamento da via que estava muito desgastada pelo tempo e tráfego de veículos”, observou o secretário municipal de Infraestrutura, Thiago Souza.  


Unidades de Saúde

A recuperação de prédios públicos também faz parte do leque de investimentos da Secretaria de Infraestrutura. Em 2017, foram investidos R$ 1,218 milhão na reforma das unidades de saúde: Maria José Soares Figueiroa, Jairo Teixeira de Jesus, Sinval José de Oliveira e na Urgência 24h. 

Na Unidade de Saúde Maria José Soares Figueiroa, localizada no Eduardo Gomes, foram aportados R$ 299 mil para execução dos serviços de revisão de cobertura, impermeabilização de lajes, canaletas e paredes, revisão elétrica e hidro sanitária, além de recuperação de reboco, emassamento e pintura. O local é responsável pelo atendimento aos moradores do Eduardo Gomes e adjacências e funciona no horário das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Fechada durante 15 meses, a Urgência 24h (também no Eduardo Gomes) foi reaberta em novembro e já registrou mais de 5.500 acolhimentos. Com orçamento de R$ 221.195,88, o investimento beneficia moradores do Grande Rosa Elze e é considerado pelo secretário de infraestrutura, o mais emblemático símbolo do primeiro ano de trabalho do prefeito Marcos Santana. “Considero um marco a reabertura da Urgência24h porque ela estava paralisada e tem muita importância para a comunidade da região, assim como a reforma da unidade Maria José Figueiroa. Além disto, reformamos outras unidades, das quais duas não tinham condições físicas de operacionalizar e nós conseguimos colocá-las em funcionamento, servindo ao povo”, disse o secretário.

Escolas. Falar das ações da Secretaria de Infraestrutura é frisar também a atuação da gestão no campo da recuperação de escolas da Rede Municipal. Os dados da Secretaria de Infraestrutura destacam os investimentos realizados na recuperação de escolas municipais, entre as quais merecem destaque a Frei Fernando e a Tia Adilma. 
 
 
Fotos: Danielle Pereira/Márcio Garcez.