A prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, iniciou a recuperação da malha asfáltica da via no entorno da Praça da Bíblia na manhã desta quarta-feira (07). A obra faz parte do planejamento da atual gestão em garantir mobilidade urbana e segurança, recuperando praças, vias públicas e espaços de lazer.

Um dos pontos turísticos do Centro Histórico do Município, a Praça da Bíblia recebeu, no inicio do mês de novembro de 2017, serviços de drenagem e recuperação de paralelepípedo. Orçada em mais de R$ 200 mil, a obra é executada com recursos próprios.  

“Neste primeiro momento, estamos realizando a operação tapa-buraco onde ocorre o nivelamento na via. Posteriormente, iniciaremos a pavimentação asfáltica. A recuperação de toda a malha viária do município é uma cobrança permanente do prefeito Marcos Santana”, falou o Secretário Municipal de Infraestrutura, Thiago Souza.

Relembre

A Praça da Bíblia teve uma reforma concluída no final de dezembro, pela antiga gestão, e, menos de um mês depois, parte da estrutura lateral cedeu.  A empresa responsável pela obra foi acionada judicialmente pela Prefeitura de São Cristóvão, no período de garantia, para que fizesse a recuperação.

Em agosto, o Tribunal de Justiça de Sergipe, através da 1ª Vara Cível de São Cristóvão, emitiu decisão judicial determinando que a empresa  Construtora CVA Ltda – executora da obra da Praça da Bíblia entregue em 2016-  começasse a obra de recuperação do local no prazo de 15 dias, sob pena de multa diária no valor de R$ 5 (até o limite de R$ 100 mil). Com o não cumprimento da ordem judicial, o processo retornou para o Judiciário, que autorizou a Prefeitura de São Cristóvão a realizar a obra, porém, repassando os custos para a CVA Ltda.

Por conta da ação judicial, a CVA ficou impossibilitada de participar de novas licitações em São Cristóvão.


Thiago Souza