A Prefeitura Municipal de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, oficializou a abertura de processo seletivo para a concessão de incentivo econômico aos atletas que estejam em plena atividade esportiva (Bolsa Atleta), com o objetivo de incentivar e apoiar 16 pessoas praticantes do esporte de rendimento em modalidades olímpicas, não olímpicas e paraolímpicas. A iniciativa busca valorizar e incentivar os esportistas sancristovenses em competições. O edital para inscrição do Programa Bolsa Atleta Municipal, já está disponível aqui no site oficial da prefeitura.

“O atleta que for beneficiado com a Bolsa Atleta São Cristóvão terá que prestar contas trimestralmente. É preciso comprovar que os valores recebidos foram utilizados exclusivamente para custear as despesas com sua manutenção pessoal esportiva. Tudo sob risco de penalidade e cancelamento da bolsa. Importante frisar: A concessão da Bolsa Atleta São Cristóvão não gera nenhum vínculo entre os atletas beneficiados e a administração pública municipal”, destacou a secretária de Governo e Relações Comunitárias, Paola Santana.

Estão aptos a concorrer ao benefício, os atletas das modalidades esportivas olímpicas, paralímpicas, pan-americanas, parapan-americanas e a modalidade Capoeira, vinculados ao Comitê Olímpico do Brasil (COB), nascidos entre os anos de 1987 e 2004, e que, no período de janeiro de 2017 até dezembro de 2017, tenham obtido ao menos um dos seguintes pré-requisitos: conquista da primeira, segunda ou terceira colocação nos Jogos da Primavera e Jogo Estudantis da TV Sergipe; para os atletas paralímpicos não há limite de idade; ter conquistado indicação oficial, pela respectiva Federação Estadual, como um dos cinco melhores atletas do ano, dentro da modalidade/categoria (apenas para modalidades em dupla).

As inscrições acontecem de 15 a 28 de fevereiro através de formulário próprio (ver no edital), entregue no Paço Municipal, localizado na Praça São Francisco, sem número, Centro Histórico de São Cristóvão, e na subprefeitura no Conjunto Eduardo Gomes, rua 63, s/n, Bairro Rosa Elze, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 14h. Recomenda-se aos interessados especial atenção à relação da documentação necessária, uma vez que a falta de qualquer um dos itens especificados incidirá na anulação automática da respectiva inscrição. Em caso de inscrição realizada por estudante da Rede de Ensino Municipal de São Cristóvão deverá no ato apresentar documento emitido pela Instituição de Ensino que comprove este vínculo e frequência escolar, comprovando presença de até 70% de participação nas atividades escolares.

Os selecionados serão determinados pela Comissão de Seleção que será composta por cinco integrantes, sendo estes: um ou uma representante da SEGOV, um ou uma representante da Secretaria Municipal de Esportes, dois representante da sociedade civil moradores de São Cristóvão e um profissional morador do Município de São Cristóvão, que esteja credenciado e adimplente com o Conselho Regional de Educação Física (CREF).

O resultado provisório do processo de seleção será divulgado no site da prefeitura (www.saocristovao.se.gov.br) e fixado em local apropriado na Sede da Prefeitura, até a data provável de 09 de março de 2018 (cabendo recurso na PGM).

Deferida a concessão aos 16 (dezesseis) atletas selecionados e após a publicação dos seus nomes no Diário Oficial do Município, os mesmos serão considerados atletas contemplados. A Concessão da Bolsa Atleta São Cristóvão somente gerará efeitos financeiros para cada Atleta Contemplado no mês subsequente ao da assinatura do termo de adesão pelo beneficiário ou seu responsável legal.

Os valores do Bolsa Atleta podem variar de R$ 400,00 (atleta estudantil) a até R$ 1.000,00 (atleta municipal). Para mais informações sobre valores, prazos, etc acesso o edital na parte de baixo deste site.

Documentos necessários:


Cópia de documento de identidade

Comprovante de que o atleta reside

Trabalha ou estuda no Município de São Cristóvão

Currículo simplificado

A inscrição realizada por pessoa com deficiência, deverá ser apresentada, adicionalmente, declaração do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cadastro junto ao Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB).

Vale pontuar que representantes de atletas devem impreterivelmente estar munidos de procuração no ato da inscrição, sob pena de não ser inscrito.